quinta-feira, 14 de março de 2013

SUPERFICIAL


Você me julga pelo que você é
Como senão nos conhecêssemos,
Como se fôssemos inimigos por aí

Arrume um tempo e venha.
Faça algumas escolhas e tente
Ser um pouco de mim.

Mas não seja superficial
Viva o meu eu... Seja eu

Volte o tempo.
Viva tudo que senti
E o que sequer entendi

Como uma criança fora do seu tempo.
Mas não seja superficial
Viva o meu eu... Seja eu

Eu errei por querer ou para aprender,
Mas não me peça pra entender a complexidade que sou.

Viva o meu eu, mas não seja superficial.

Não queira apenas os sorrisos,
Foram os tropeços que definiram minhas escolhas.
Sei que hoje sou um completo imperfeito,
Entre perfeições rasgadas pelo chão.

Mas não sou superficial.

BH 14/03/2013

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...