segunda-feira, 11 de junho de 2012

ECOS PARANÓICOS


Na madrugada vazia,
Luzes acesas pela casa.
Carros são raros pelas ruas
E um ou outro drogado nas esquinas.

Acredite em alguma coisa,
Ganhe bem,
Faça o que quiser,
Mas não faça tudo o que pode.
Compre uma casa,
Seja moral,
Pense o que quiser,
Mas não diga tudo o que pensa.
Prepare o futuro,
Seja maduro,
Seja o que quiser,
Mas não seja diferente de tudo.

Não beba... Não fume...
Não pense, só creia.
Escolha, mas não escolha muito.
Fale, mas não tudo o que sente.
Sinta, mas pense em tudo o que sente.

Prédios apagados,
Ruas vazias.
O eco que se houve é ralo...
Parece outro mundo.
Talvez o mundo dos loucos
Que em sua minoria vivem como normais,
Mas vivenciam os dias como uma droga injetada à força.

  BH 21/05/2012

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...