domingo, 22 de janeiro de 2012

LILÁS DA COR DO CÉU


Seu cheiro me envenena
Enquanto me ensina
Lições de física que não quero saber.

Sua pele me prende como ima
E me colore com cores que não sei,
Com sabores que não conheço.

Certo e errado são inimigos que se amam
Que se embriagam juntos e depois se matam
Ambos sabem que um não viveria sem o outro.

De onde vim tem estrelas que consigo tocar,
Sonhos que posso realizar,
Mas que sempre acabam ao amanhecer.

Seu gosto me vicia
Enquanto tento entender
Que o melhor a entender é nada a temer

Vamos voar rumo ao horizonte
Sem saber que fim se apresentará,
Pois o melhor sempre foi a viagem.

Tenho uma foto e um CD
Que me lembram sempre você.
Sou eu e o mundo...
Você e os outros...

Riva Moutinho 21/01/2012

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...