sexta-feira, 8 de julho de 2011

MUNDO IMAGINÁRIO

Subo numa nuvem e vejo o céu do alto
Helicópteros que se perdem no trânsito do asfalto
Carros que passeiam pelo ar
E o mar que chega a praia numa cascata de ventos

Ninguém escolhe o que quer ser
Cada um é o que é.
Divergem em opiniões, mas pra quê querer igualá-las?
São os pensamentos que nos humanizam.

Preconceito é marca de produto que se perde na prateleira
Enquanto negociam trocas nas esquinas.
Pra que dinheiro, se pode simplesmente trabalhar?
Tudo está ao seu alcance, basta seguir.

Cada um se serve do outro
E cada outro dá o melhor de si.
Cada um é livre
E liberdade não é um termo relativo.

Não há ambição, afinal o que adianta ter e não aproveitar?
Não há inveja, afinal precisa-se tanto do outro, como o outro de mim.
Ninguém corre sem saber o por que.
Tempo é consciência que não se perde com preocupações.

Se gastam horas conversando e se abraçando.
Pelo pouco tempo que temos de vida, é o melhor a se fazer.
Guerras são histórias antigas de civilizações passadas.
Religião é uniforme que apodreceu em contêineres abandonados.

Abri os olhos e vi o horizonte de uma maneira diferente
E mesmo sendo igual, vi outro mundo.

Riva Moutinho BH, 29/07/2011

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...