quinta-feira, 25 de novembro de 2010

CACTUS


Me falam de crenças as quais não levam a lugar algum
É um desatino acreditar em religião
Então é melhor ser pagão.
O céu é um lugar onde não se vende entradas.

Me dizem o que querem mas nunca o que abrirão mão
Só dão um passo se outro já tiver dado algum
É um senso sem consenso
Um entendimento sem lógica.

Elegem corruptos e assassinos
E ainda acreditam que os piores bandidos estejam em Brasília.
Democracia é uma história de faz-de-conta
A qual você acredita que está vivendo uma agora.

Sua caridade o orgulha
Sua inveja o impulsiona
E na volta do último ponteiro você se achará merecedor do céu.
O inferno é um lugar pra todos!

E lá vem o mal, dançando com o bem num desequilíbrio harmônico.
Prótons e elétrons sempre se atraíram.
E o mundo perfeito é um conto a ser imaginado.
É preciso pensar pra se manter acordado.

O ciclo que se repete por não haver nada de novo debaixo do sol.
Caos é o princípio de alguma organização ou de algum começo
O universo precisa do caos.
Nascendo e renascendo a cada dia.

Somos Pinóquio querendo ser Geppetto.

Riva Moutinho 31/10/2010

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...