quarta-feira, 19 de agosto de 2009

UM OLHAR NO VENTO


Ventos mudam suas direções e nem sempre sabemos o porque, ou sequer percebemos, ou percebemos e sequer procuramos entender, ou percebemos e entendemos e, de certo, o caminho que seguia era diferente.

Nem todos observarão, perceberão ou entenderão; mas, de certo, sempre existe algo que justifique a alteração.


E de fato, um pequeno gesto pode nos mostrar um grande caráter.


Alguns entendem... Outros entendem apenas um pouco... Outros não conseguem...

Mas há tempo... Ventos sempre mudam suas direções... E sempre nos mostram um caminho a seguir, ou a desistir, ou a não ir, ou a se arrepender.

Não preciso de modelos. Não preciso de heróis.” Já dizia um grande poeta.

E de qualquer maneira sempre foi melhor estar só do que mal acompanhado.

Mas, Graça ao Pai, que há companhias as quais nos ensinam com amor e simplicidade.

E que demonstram claramente que uma brisa, não necessariamente precisa ir no mesmo sentido de um tornado, mas se vai; o que carrega em si é alívio.

Riva Moutinho 19/08/2009

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...