quarta-feira, 8 de abril de 2009

COMIDA DI BUTECO: Em Breve


A trajetória do Comida di Buteco em Belo Horizonte revela claramente o potencial do concurso. Em 1999, Eduardo Maya - então produtor e apresentador do programa “Momento Gourmet”, veiculado pela Rádio Geraes - apresentou à emissora a proposta de um concurso que elegesse o melhor tira-gosto de boteco da capital e resgatasse a culinária de raiz. A idéia logo ganhou adesão de João Guimarães -proprietário da emissora - e de Maria Eulália Araújo – então diretora-executiva da mesma rádio - que, imediatamente, sugeriu o nome do evento. Sobre esse tripé - o gastronômo, a publicitária e o empresário de comunicações - e com os investimentos e divulgação do evento feitos inicialmente pela Rádio Geraes, o Comida di Buteco nasceu planejado para se tornar o principal produto promocional da empresa. A rádio foi extinta em 2004 e o projeto seguiu com sucesso, pilotado pela empresa de produção criada para sua realização.

Logo na primeira edição do evento, em 2000, quando apenas 10 botecos participaram, o sucesso da iniciativa ficou evidente. A novidade foi abraçada pela cidade, mobilizando toda uma tradição cultural e de lazer e despertando sua importância econômica e social.

O COMIDA DI BUTECO GANHOU REPERCUSSÃO ALÉM DA ESPERADA E AJUDOU A CRIAR NO IMAGINÁRIO POPULAR UM ORGULHO EM RELAÇÃO À TÍPICA TRADIÇÃO DO BOTECO, REFORÇANDO UMA IDENTIDADE CULTURAL ATÉ ENTÃO MARGINALIZADA.

Após nove edições, o concurso se transformou num evento grandioso, que integra o calendário oficial da capital mineira e figura no Guia 4 Rodas (Editora Abril) como um dos principais festivais do País. Para contribuir com esse crescimento, dois novos sócios se uniram ao projeto: Ronaldo Perri e Flávia Rocha. Eles trazem consigo uma importante bagagem como executivos de empresas de produtos de consumo de massa. Flávia trabalhou 15 anos na AMBEV, enquanto Ronaldo foi Diretor Geral da Lucky, empresa do grupo PEPSICO, onde trabalhou durante 16 anos.

A cada ano, no mês de abril, o circuito, formado agora por 41 botecos, é percorrido por um público estimado em cerca de 400 mil pessoas (Vox Populi / 2007), entre moradores e turistas. No ano de 2007, o instituto de pesquisas apurou o número de 136 mil votos válidos.

A festa "A Saideira" - que marca o encerramento e a premiação do concurso - se tornou um dos eventos mais esperados pelos belo-horizontinos, reunindo um público estimado em mais de 40 mil pessoas, durante os dias em que é realizada.

A partir de BH, o Comida di Buteco também se tornou um fenômeno de comunicação. Em 2008, a mídia espontânea do projeto superou o valor de 12 milhões, tendo o Comida di Buteco figurado nos principais veículos da mídia nacional e importantes publicações internacionais, como o NYTimes e La Nacion.

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...