domingo, 5 de agosto de 2007

FICHAS


Como você acordou hoje?
Talvez com raiva... Talvez triste... Talvez feliz
Consegue lembrar como você dormiu ontem?
E o que fez? O que pensou? O que falou?

O tempo não retorna ao ontem
Bem como as palavras soltas não podem ser presas novamente
Não se retiram os gestos feitos
E nem os sorrisos

Talvez se arrependa de não ter feito algo... ou de ter feito.
Talvez o túnel escuro permaneça há semanas.
Talvez a primavera insista em se prolongar por um tempo a mais.
Talvez nada tenha tanto sentido assim.

Lembra do futebol na rua?
Do choro meloso procurando o colo da mãe?
Lembra da cumplicidade das amizades?
E da imitação dos super-heróis?

O tempo da vida passa para todos
Não importando qual diferença possamos ter.
Faz bem analisar o que andamos fazendo dela
E buscar aprimorar o que ainda precisa.

Quem sabe reclamar menos...
Quem sabe amar mais...
Quem sabe criticar menos...
Quem sabe agradecer mais.

Todos os dias a diante podem ser melhores que o de hoje
E podemos alcançar aquilo que ainda não foi pensado.
Ainda podemos sorrir com um sorriso que nunca aconteceu
E nos recuperar dos tropeços pelo caminho.

Ainda não sei como vou acordar amanhã.
Mas entendo que posso dormir melhor hoje.
Não sei o que vou dizer amanhã
Mas sei o que posso realizar hoje.

BH 03 e 05/08/2005

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...