terça-feira, 2 de outubro de 2007

E O PENSAR PELA PAZ



É estranho pensar em paz enquanto vemos tanta fome e miséria pelo mundo.
É estranho não pensar em paz enquanto uma população, já sofrida, pode ser atingida graças a insanidade de um grupo ou de um homem.
E o que pensar dos Estados Unidos?E o que pensar dos inocentes assassinados a sangue frio?


É estranho ter que acreditar que o único caminho para acabar com a intolerância, seja mais intolerância.
É estranho pensar em Nobel, enquanto uma civilização inteira está morrendo de fome num país, hoje chamado de "alvo."
A tecnologia aumentou, a ciência multiplicou mas milhões de pessoas morrem pelas doenças mais simples do planeta.


É estranho propagar uma recompensa pela cabeça de um louco, um covarde
É estranho ver que esse louco possui apoio de “líderes” de um país e simpatizantes de várias outras populações.
O sangue inocente é a comida agradável desses insanos fundamentalistas
O ser humano parece perder um dos mais valiosos bens: o amor a vida.


Vou pensar na paz e vou torcer para que ela reine
Mas ela nunca reinará por completo enquanto essa população do Afeganistão não for colocada no século 21 e enquanto os direitos mais básicos da vida não forem respeitados.
Vou fazer mais que torcer...Vou orar a Deus
E pedir para que a sabedoria, a tolerância e o amor nasçam e permaneçam nos corações.


E se no desenrolar dessa história ganharmos o sorriso daquele povo que sofre há anos, então saberei que tive minha oração atendida.
GOD BLESS AMERICA... AND THE WORLD.

02/10/2001

(Texto publicado no Jornal O Tempo em 07/10/2001)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...