sexta-feira, 6 de maio de 2011

DIA DAS MÃES: Às minhas três super-mães

"Quando eu chorava nas minhas primeiras consultas médicas, ela sempre chorou junto comigo.

Quando me machucava na aula de educação física, ela ia me buscar na velocidade de quem foge de um cachorro bravo.

Quando tirei notas "médias" naquela prova impossível de matemática, ela ainda achou que eu poderia ter ido melhor (não me conformo até hoje).

Quando decidi o que queria para minha vida, ela abriu mão do sonho de ter um filho médico e me apoiou.

Quando fui ao primeiro dia no estágio, ela preparou uma marmita com todas as comidas que eu sempre pedia e ela sempre falava que não eram saudáveis.

Quando chega o dia das mães, não importa o quanto eu pergunte qual presente ela quer, ela sempre dirá que eu ser quem sou já é o bastante.

Pelo amor, pelo carinho e por todos os "quandos" de nossas vidas, obrigado mãe."

[FONTE: Ceviu]

Gostaria de dedicar o texto acima:

À minha mãe Dilma, pois tenho absoluta certeza que não é fácil me aguentar e mesmo assim ainda existe paciência e amor que me são doados diariamente de maneira incondicional.

À minha esposa My que cuida com extremo carinho do trio parada quente aqui em casa. (Putz!!!) E é uma síntese idêntica do que está escrito no texto acima.

À minha sogra Maria José que cuidou com todo carinho das suas filhas e hoje vejo, claramente, a alegria da recompensa em ver a vida e os netos de cada uma delas.

De fato, mãe é mãe. 
Não há nenhum outro ser que fornece um amor tão singularmente incondicional nesta terra.
Parabéns a todas as mães!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...